sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Encontrei!


Encontrei!

Não precisamos de nada mais do que aquilo que Deus achou por bem revelar. Certos espíritos errantes nunca estão em casa até que estejam viajando pelo exterior: têm fome de algo que nunca encontrarão "no céu, na terra, ou nas águas debaixo da terra" (Êx 20.4) enquanto tiverem o pensamento que têm agora. Nunca descansam, porque não querem ter nada que ver com uma revelação infalível, por isso, eles estão fadados a perambular através do tempo e da eternidade e a não encontrar nenhuma cidade em que possam descansar. Pois, no momento, eles se gloriam como se satisfeitos com seu último brinquedo novo, mas em poucos meses o esporte deles será quebrar em pedaços todas as noções que anteriormente prepararam com cuidado e exibiram com deleite. Sobem um morro apenas para descê-lo de novo. De fato, dizem que a busca da verdade é melhor do que a própria verdade. Gostam de pescar mais do que do peixe; o que pode bem ser verdade, visto que seus peixes são muito pequenos e cheios de ossos.

Esses homens são tão profícuos em destruir suas teorias, como certos indigentes em esfarrapar suas roupas. Mais uma vez começam de novo, vezes sem conta; sua casa está sempre com os alicerces expostos. Devem ser bons em inícios, pois desde que os conhecemos sempre estão começando. São como aquilo que roda no redemoinho, ou "como o mar agitado, incapaz de sossegar e cujas águas expelem lama e lodo" (Is 57.20). Embora sua nuvem não seja aquela que indica a presença divina, contudo está sempre andando à frente deles e suas tendas nem estão bem armadas e já é tempo de levantar de novo as estacas. Esses homens nem mesmo procuram certeza; seu céu é evitar toda verdade fixa e seguir toda quimera de especulação; estão sempre aprendendo, mas nunca chegam ao conhecimento da verdade.

Quanto a nós, lançamos âncora no abrigo da Palavra de Deus. Eis aí nossa paz, nossa força, nossa vida, nosso motivo, nossa esperança, nossa felicidade. A Palavra de Deus é nosso ultimato. Aqui nós o temos. Nosso entendimento clama: "Encontrei"; nossa consciência afirma que aqui está a verdade; e nosso coração encontra aqui um suporte ao qual toda sua afeição pode se agarrar e, por isso, descansamos contentes.

C.H. Spurgeon - Preparado para o combate da Fé

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Dwight L. Moody Influente evangelista do séc. XIX N - 05 de fevereiro de 1837 F - 22 de dezembro de 1899


Infância e conversão

Dwight Lyman Moody é conhecido como um dos mais influentes evangelistas do século XIX, fundador do Instituto Bíblico Moody e da Moody Press.

Quando seu pai faleceu, aos 41 anos, Moody tinha somente quatro anos. Jovem, mudou-se para Boston, indo trabalhar com seu tio em uma sapataria. Uma das exigências de seu tio era que Moody freqüentasse uma igreja. Fez isso, mas sem uma decisão real para Jesus.

No dia 21 de abril de 1855, Kimball, seu professor de Escola Dominical, achou que era hora de pedir que Moody assumisse um compromisso real com Cristo. Ele foi até a loja onde trabalhava, encontrou Moody empacotando sapatos e colocando-os nas prateleiras. O jovem já estava pronto para ouvir. Naquele dia, Moody tornou-se cristão.

A partir dessa decisão, Moody começa sua carreira como evangelista. Sua escola dominical, em Chicago, chegou a ser a maior da época, alcançando a média de 650 pessoas, tendo cerca de 60 professores. A escola chegou a ser tão conhecida que o recém-eleito presidente Lincoln visitou e falou em uma reunião da escola em 25 de novembro de 1860.

Evangelista

Preocupado com a evangelização de crianças, estabeleceu escola dominical para crianças nas zonas mais pobres da cidade. Em pouco tempo havia mais de mil crianças, além de seus pais, freqüentando semanalmente. O trabalho cresceu, transformando-se numa Igreja.

Foi após sua viagem à Inglaterra que Moody se tornou mais conhecido como evangelista. Nesse país, suas reuniões pareciam verdadeira tempestade. Sua pregação teve um impacto tão grande como as de George Whitefield e John Wesley. Em varias ocasiões encheu estádios com capacidade entre 2 a 4 mil pessoas. Em uma reunião no Botanic Gardens Palace se juntaram entre 15.000 e 30.000 ouvintes e sempre aumentando nas reuniões seguintes.

O mundo vivia o começo da industrialização, com todos os seus problemas. Moody contextualizou sua mensagem e trouxe o evangelismo para seus dias. Pregava um evangelho simples. Ele insistia em que os homens colocassem suas riquezas em boas causas, como cuidar dos pobres em áreas urbanas. Aplicou técnicas de negócio no planejamento evangelístico. Música, aconselhamento e acompanhamento faziam parte de uma abordagem organizada para atingir o coração das pessoas.

Impacto

Quando retornou aos Estados Unidos, era comum pregar para 12.000 a 20.000 pessoas, nas mais diferentes cidades. Seu último sermão fora pregado em 16 de novembro de 1899.

Não queria competir com os seminários tradicionais, mas o isolamento dessas escolas com relação às pessoas comuns o perturbava. Por isso, em 1879, Moody fundou escolas que viriam a ser, mais tarde, o Instituto Moody. Seu objetivo era treinar comunicadores que pudessem levar a verdade simples de Deus às massas que precisavam dela. Sua preocupação com o social inspirou profundo compromisso ministerial.

R.A. Torrey foi o sucessor de Moody como presidente do Moody Bible Institute. E a Igreja que fundara passou a chamar-se Igreja Moody em sua homenagem.


Fontes: texto do Presb. Mário Arruda, Wikipédia e outras.


Inserida em 27/01/2007

Atualizada em 04/12/2008

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Pr. Charles Haddon Spurgeon (1834 - 1892)


Apresentação

Charles Haddon Spurgeon (1834-92) foi o mais conhecido pregador da Inglaterra pela maior parte da segunda metade do século dezenove. Spurgeon converteu-se em Colchester em 6 de janeiro de 1850, e foi batizado no Rio Lark em Isleham em 3 de maio de 1850. Pregou seu primeiro sermão na cidade de Cottage, neste mesmo ano. Alguns de seus parentes sugerem que Charles Spurgeon entrou em uma escola religiosa independente logo após sua conversão, mas por ter uma visão diferente da ensinada por esta escola, decidiu então se juntar a uma congregação anabatista em Cambridge. Em 1854, apenas quatro anos após sua conversão, Spurgeon, então com apenas vinte anos, se tornou pastor da famosa Igreja Batista de New Park Street em Londres (anteriormente pastoreada pelo grande teólogo John Gill). A congregação rapidamente cresceu mais do que seu prédio poderia comportar, mudando-se então para o Exeter Hall, e de lá para o Surrey Music Hall. Nestes locais Spurgeon freqüentemente pregou para audiências com mais de 10.000 pessoas - e tudo isto em dias anteriores ao advento da amplificação eletrônica. Em 1861 a congregação se mudou definitivamente para o recém construído Tabernáculo Metropolitano.

Os sermões do Pr. Spurgeon são amplamente distribuídos e foram traduzidos em muitas línguas, sendo especialmente populares nos Estados Unidos. O conjunto dos trabalhos impressos do Pr. Spurgeon é volumoso. Sendo que uma de suas obras mais conhecidas é o livro intitulado "O Tesouro de Davi". Praticamente todos os trabalhos impressos do Pr. Spurgeon estão disponíveis hoje, seja através de publicações ou na Internet. Estima-se que mais de 3.560 de seus sermões sejam ainda publicados na Inglaterra ou nos Estados Unidos.

http://www.luz.eti.br/spurgeon.html

domingo, 25 de janeiro de 2009

Bruno Felipe.

Esse é meu subrinho Bruno Felipe , um garoto , simples, alegre , que talves hoje ninguem da nada por ele... Mas olho para sua determinação e vejo um garoto de sucesso que vai alcançar seus objetivos logo logo...Portanto ainda é cedo para dizer , mas guardem este nome Bruno Felipe na Bike pois vocês ouvirão muito dele ainda e acima de tudo para louvar ao Senhor no seu dom e talento. Abraços a todos. de Seu tio Elizeu.

sábado, 24 de janeiro de 2009

As Sete Regras Do Amor.

Ontem eu fui surpreendido com esse Filme ( As 7 Regras do Amor) por incrivel que pareça, pude sentir algo legal dentro de algumas regras para amar uma pessoa. Aproveitando o Filme pude ouvir uma canção linda da trilha sonora , da qual eu Tirei para minha linda namorada (furura Esposa) quero que essa canção venha ser a realidade do meu coração por ela... Portanto eu quero recomenda-los a ver este filme e dizer " Não cole a musica para seus casamentos " kkkk pois ela ja tem dono e ela eu escolhi para minha linda Namorada Marcela Dalboni (Garcia). Abraços a todos e depois quero ouvir comentarios de musica para ver o que vocês acharam da canção onde no filme esta mostrando durante o casamento e o Daniel convida sua namorada para Dançar. Abraços a todos e bom filme.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Expressão do Meu Coração


De ontem para hoje foi um dia dificil para mim, Veio a meu coração uns questionamentos quanto ao que estou vivendo.... Mas foi legal pois pude expressar o que estava no meu coração a Deus e pude sentir uma paz inundar o meu Ser...Hj sai a busca dos meus objetivos , mais uma vez não obtive respostas, mas a minha perseverança me impulsiona a continuar e proceguir com Fé. Portanto quero expressar a Deus que por mais que estou chateado com tudo que esta me acontecendo , quero aprender com minhas atitudes transformar as difilculdades em bençãos. Tenho por exemplo a historia de : José vendido pelo seus irmãos, Moises na condução do povo no Deserto por 40 anos, de Daniel sendo lançado na cova dos leões... entre outros... Mas o final Deles assim como o de Jó veio para manifestar o poder e a misericordia de Deus sobre eles..,,.assim agarro na esperança do profeta Habacuque 3:17-19. Agradeço a todos que estão lendo esta postagem e espero que vocês tenha o mesmo empenho do qual Deus tem me dado pela sua Graça.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Eu Amo você!!!

Essa é Você... Linda Simples e Romantica.... Então nada melhor do que começar este Blog colocando a peça chave deste diario pessoal. Portanto quero expressar aqui publicamente o quanto eu Te Amo...Abreijos do seu Namorado Elizeu.